Sobre o jornal

Este é o blog do jornal Planeta Morumbi, assinado pelo jornalista e editor Henrique Farina (Mtb 34.560).

Estamos comemorando as quase 600 visitas diárias. Um número expressivo para um veículo local.

Publicamos aqui, informações e observações sobre o bairro do Morumbi, diariamente. Portanto, aqui você encontra sempre notícias e opiniões atualizadas na hora em que acontecem. Coloque nosso Blog em seus “favoritos” e visite-nos, sempre que puder.

Este é um espaço onde você poderá interagir, deixando sua opinião. Com um detalhe: poderá ser publicada em nossa versão impressa.

Para conhecer mais sobre nossa versão impressa, clique aqui.

Para entrar em contato com o jornal Planeta Morumbi ligue para (11) 3507-6190. Ou pelo Skype em ‘planetamorumbi’. Estamos à disposição.

Obrigado

Um pensamento sobre “Sobre o jornal

  1. osvaldir disse:

    Boa tarde, sou leitor de seu bloq, e acompanho o jornal planeta e lendo o seu jornal gostaria que me respondesse uma duvida, lendo e procurando em seu bloq sobre tv digital, vi que você escreveu uma matéria no mês 12 do ano passado, falando sobre a tv digital em especifico o teste na rua edward josef que onde fica minha empresa, você disse que é “considerada má receptora de sinais” e você disse que é possível sintonizar 4 emissoras mais fiquei em duvida sobre a qualidade das imagens (fica com chuviscos, ou perdendo o sinal, a imagem sai nítida ?). E gostaria de te perguntar se seria possível refazer o teste tendo como base que já se passaram quase 6 meses gostaria de saber se houve alguma evolução em nosso bairro

    Desde de já agradeço a resposta.

    “Por falar em TV, o Planeta Morumbi testou os conversores de TV Digital e, não aprovou! O sistema é ainda muito recente e as transmissões em alta definição ainda são muito raras. Como o conversor custa em torno de R$ 1 mil, o investimento não se justifica, por enquanto. Na Globo, por exemplo, em alta definição, só a novela Duas Caras e o Fantástico. E alguns filmes. Nada mais.
    O maior problema da TV digital ainda é o desconforto das tarjas pretas laterais. Como as transmissões em alta definição são em widescreen, quando estão no formato original (apenas digital), criam-se estas faixas laterais, que se alternam entre os comerciais e programas. Outro problema são os canais que são possíveis ser vistos com o sistema digital. No televisor testado (na Rua Edward Joseph, considerada má receptora de sinais devido sua localização geográfica), é possível sintonizar apenas 4 (Globo, Band, MTV e Rede TV). Vale lembrar que para receber em alta definição é preciso ter, além do conversor e antena UHF, uma TV de LCD com HDTV e tela widescreen.
    Agora, que a verdade seja dita: quando a transmissão está em alta definição, a imagem é fantástica! Muito melhor que os sinais dos DVDs. Nossa sugestão, então, é que não se compre o conversor agora. A relação custo X benefício ainda é muito pequena.
    Por hoje é só. Voltamos assim que algo de novo acontecer. Obrigado”
    Fonte: https://planetamorumbi.wordpress.com/2007/12/

Os comentários estão desativados.