Capela do Morumbi exibe obra de Iran do ES

A Capela do Morumbi, espaço do Museu da Cidade de São Paulo, exibe até 26 de maio a instalação “Recuo”, criada especialmente para o local pelo artista Iran do Espírito Santo. A obra, uma pintura mural, coloca a questão da percepção por meio de tiras feitas com 54 tons de cinza, todas elas compostas sobre painel construído em madeira e gesso. É um trabalho de continuidade na pesquisa mais recente de Iran do Espírito Santo.

Recuo integra programa que, nos últimos 21 anos, convidou artistas a criarem obras específicas para a Capela do Morumbi (Avenida Morumbi, 5.387, tel. 3772-4301). Já foram exibidos no local 112 trabalhos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Confira a edição de janeiro do Jornal Planeta Morumbi

Planeta Morumbi 90

 

Em destaque:

Consumo adequado de Cálcio e Minerais: tudo que você deveria saber – pág 02
Começou a liquidação Espaço Til com até 70% off – pág 03
Editorial: Querendo ou não, Monotrilho vem aí – pág 04
Portaria Virtual – o futuro chegou – pág 05
Morumbi ganha primeira unidade da 5afil – pág 06
Imóveis ao redor da Ponte Estaiada disparam preços – pág 06
Preços dos imóveis em SP devem continuar subindo em 2013 – pág 06
Especial Férias: litoral orte oferece charme e conforto – pág 08
Promotur oferece opção inteligente para viajantes: pág 09
Polêmica: Monotrilho passará por cima do Cemitério Morumbi – pág 10
Ingressos para o Carnaval de SP custam entre R$ 80 e R$ 2.400 – pág 10
Butantã terá tradicional Carnaval de rua – pág 10
Confira as novidades do Cardápio Inside Grill & Salad – pág 11
Após início de funcionamento confuso, semáforo é ajustado no Morumbi – pág 12
Sem sinalização, Av. Hebe Camargo faz motoristas se perderem – pág 12
GPS social para smartphones e tablets muda roda do motorista em caso de congestionamentos – pág 13
Falando de Vinhos, com João Filipe – pág 14

Retire o seu exemplar em um de nossos pontos de distribuição ou visite nossa versão on-line clicando aqui.

A edição de dezembro do jornal Planeta Morumbi já está circulando

Jornal Planeta Morumbi 89

Em destaque:

Editorial: É bom quando chega o Natal – pág 04
Vettilo Moda Masculina abre promoção de Natal – pág 05
Coldplay aterrissa no Morumbi em fevereiro – pág 06
A arte de presentear, por Silícea – pág 07
Monotrilho Morumbi enfrenta novo problema: falta de dinheiro – pág 08
Rols Royce chega a SP com carro de R$ 2,3 milhões – pág 10
Confira como ganhar um TV 3D na promoção de Natal do Open – págs 12 e 13
Inside Grill & Salad oferece descontos especiais para confraterinações de fim de ano – pág 14
Vila Sônia poderá ganhar rodoviária – pág 14
Lojas do Open se destacam pela qualidade e bons preços – pág 16
Confira as vantagens do Visa Travelmoney – pág 17
Loteria italiana Superenalott no auge da fama – pág 18
ESPECIAL: o significado dos costumes do Natal e Réveillon – pág 21
Falando de Vinhos e as dicas do mês – pág 22

Retire o seu exemplar em um de nossos pontos de distribuição ou visite nossa versão on-line em www.planetamorumbi.com.br

Aniversário do Butantã traz Orquestra Raposo Tavares

Para comemorar os 113 anos do Butantã, a Subprefeitura Butantã leva a Orquestra Raposo Tavares, para as estações do Butantã e Luz em parceria com a Via Quatro.

No dia 15/12, em comemoração ao aniversário do Butantã, a Orquestra, composta por crianças e jovens, será regida pelo próprio Maestro João Maurício Galindo, que traz na bagagem a experiência titular das orquestras Jazz Sinfônica e Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e atualmente, comanda o projeto de formação de músicos da região do Butantã.
O projeto de formação de músicos da região do Butantã realiza aulas-coletivas gratuitas de instrumentos de cordas como: violino, contrabaixo, viola e violoncelo, na Casa de Cultura Butantã. Por meio dessa iniciativa, criou-se a primeira orquestra do Butantã, batizada de Orquestra Raposo Tavares.
Serão cinco apresentações da Orquestra Raposo Tavares, regidos pelos professores, nas estações do metrô Butantã e Luz. Nos dias 04, 11 às 10h e no dia 15/12, às 11h, será na estação Butantã, nesse dia, a Orquestra será regida pelo Maestro João Maurício Galindo e nos dias 06 e 13/12 às 15h30, na estação Luz.

Serviço: Aniversário do Butantã com a Orquestra Raposo Tavares
Local: Linha 4–Amarela do metrô Butantã e Luz
Quando: Estação Butantã- Dias 04 e 11 às 10h, e dia 15/12 às 11h. Estação Luz- Dias 06 e 13/12 às 15h30.
Grátis

Incêndio destrói barracos em Paraisópolis, hoje

Um incêndio atingiu a Favela de Paraisópolis na manhã desta sexta-feira. Pelo menos dez barracos foram destruídos. Centenas de moradores tentaram apagar as chamas enquanto os bombeiros não chegavam ao local. Colunas de fumaça preta podiam ser vistas ao longe.

Quatro viaturas da Polícia fizeram um bloqueio nas imediações. Não há informação sobre vítimas.
O incêndio começou por volta das 7h15 na maior favela de São Paulo, que tem cerca de 100 mil moradores. A comunidade recebe a Operação Saturação, da Polícia Militar, de combate ao tráfico de drogas.

Só este ano, já ocorreram mais de 30 incêndios em favelas da capital paulista. Fonte Jornal do Brasil

Morumbi ganha primeira lavanderia estilo americano

Foi-se o tempo que para lavar as roupas só existiam dois caminhos: os altos custos de uma lavanderia convencional ou o transtorno de se fazer em casa (aquela desordem, varais cheios e horas esperando que sequem).
Com a chegada da primeira lavanderia estilo americano no Morumbi, tudo fica pronto em uma hora e quinze minutos, ao custo de R$ 25,00 por um cesto de até 10 kg de roupa. Se você optar somente pela lavagem, este valor cai para R$ 12,50 o cesto e serão gastos nada mais que 20 minutos.
A Santa Ajuda Lavanderia Express, como o nome diz, chegou para resolver o problema com agilidade, rapidez e economia. Com a vantagem de estar localizada no estacionamento interno da Academia Runner, com estacionamento e toda segurança do local.
Trata-se de uma lavanderia com auto-atendimento, onde você compra a ficha, insere no equipamento e em seguida, lava e seca suas roupas.
Caso queira aguardar, o local disponibiliza café, água gelada, refrigerantes, TV e ambiente climatizado. Se preferir, pode ocupar este tempo indo ao supermercado, fazer um lanche, compras, cabeleireiro ou mesmo conhecer a bela estrutura da Academia Runner, já que a Santa Ajuda oferece também a opção de funcionárias para executar a tarefa de deixar sua roupa lavada, separada, classificada e seca, por uma pequena taxa adicional.
Como se não bastasse, oferecem ainda os serviços opcionais de pequenos consertos e reparos (barras, botão, bainhas de calça ou pequenos ajustes), delivery (para coleta ou entrega) ou também o serviço de passar, executado por profissionais qualificados.
Fazendo as contas, fica claro que a praticidade não é a única vantagem. A lavandeira oferece (já incluso no preço), sabão Omo, amaciante Confort e alvejante Vanish. Serão eliminadas também despesas como água, eletricidade, empregada, passadeira, etc.
A novidade está disponível de segunda a sexta, das 8 horas às 21 horas. Aos sábados, das 9 horas às 16 horas.
Primeiros clientes já aprovaram
Embora recém-inaugurada, a Santa Ajuda Lavanderia Express tem feito sucesso entre aqueles que já utilizaram os serviços.
Alguns elogiam a facilidade no manuseio, além de atendentes que orientam e auxiliam o uso. É colocar a ficha e apertar o botão, nada mais. Outros, elogiam a praticidade, já que as roupas podem ser lavadas e secas. Tudo, em pouco mais de uma hora. Aliás, saem secas e exigem muito pouco esforço na hora de passar, pois não ficam ‘amarrotadas’, como as secas em varal. Alguns clientes elogiaram também o fato do sistema não utilizar água quente na lavagem, o que, como sabemos, encolhe as tramas da maioria dos tecidos.
A novidade já está em pleno funcionamento. Vá conhecer e entenda porque os americanos não abrem mão deste estilo de vida.
Serviço: Santa Ajuda Lavanderia Express. Rua Aureliano Guimarães, 201 (no estacionamento da Academia Runner Morumbi), fone 3743-4712.

Moradores de Paraisópolis cobram ação social além da presença da PM

Moradores da Favela de Paraisópolis estão divididos com a Operação Saturação que a Polícia Militar realiza na região desde segunda-feira (29). Alguns declaram apoio ao trabalho policial, mas outros dizem estar incomodados com a presença de homens da cavalaria e de carros da corporação nas ruas. Há quem questione a ausência de ações conjuntas na área de saneamento, saúde, habitação e iluminação.

Segundo o major Streifinger, da PM, 15 pessoas foram presas desde o começo da Operação Saturação. Foram apreendidos ainda 125 kg de maconha, 12 kg de cocaína, uma granada, 119 tubos de lança-perfume, nove armas e munições de fuzil e de outros calibres.

“Não será com ações pontuais como esta que os problemas de segurança e da violência em Paraisópolis e em São Paulo serão solucionados. O governo precisa estar presente constantemente. Aqui temos 5 mil crianças fora de creche, por exemplo. A comunidade precisa de ações concretas”, diz Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores de Paraisópolis (UMP).

Leia matéria completa do G1 clicando aqui.

Vila Sônia reage contra projeto de rodoviária

Os moradores da Vila Sônia se organizaram para impedir a construção de um terminal rodoviário na região, que vai desapropriar 74 imóveis particulares, em um espaço de 16,9 mil metros quadrados. O início das obras está previsto para 2014.

Segundo a SPTrans, um dos órgãos responsáveis pelo projeto,  o terminal será intermunicipal e estadual com 250 ônibus e vai  atender a uma demanda diária de 28 mil passageiros. O objetivo é  ligar a Vila Sônia com a região Sul do país por meio das rodovias  Régis Bittencourt e Raposo Tavares.

Além da rodoviária, está prevista  a construção de uma  estação   da Linha 4 – Amarela, do Metrô, e de um terminal urbano no bairro.  A empresária Flávia Marques é dona de um imóvel há 40 anos na Vila Sônia. Além de temer a desocupação, ela está preocupada com o trânsito.

“A Vila Sônia não comporta um terminal rodoviário, imagina dois. Estamos ao lado de importantes rodovias, o que já é um caos, ressalta.

Para o empresário Miguel Arcanjo,  57, o bairro precisa ser atendido em outras áreas.  “Precisamos de hospitais e creches. O impacto dessa obra para os moradores será enorme”, comenta.  Já para a cineasta Bruny Marques, de 27 anos, o investimento no transporte é desnecessário. Fonte Terra

SP bate novo recorde de calor, nesta quarta-feira. Temperatura promete cair 10º amanhã e deve chover

São Paulo esquentou um pouco mais na tarde desta quarta-feira e registrou novo recorde de calor. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 36,6ºC no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. O recorde anterior era 36,1ºC registrados ontem. A temperatura máxima desta quarta-feira foi a mais elevada para um dia de outubro, desde 1943, quando começaram as medições regulares no Mirante de Santana, e é agora a terceira temperatura mais alta já registrada no local.

Segundo a meteorologia, a temperatura amanhã cai para máxima de 27º  com chuvas e, no feriado, 25º.

PM prende suspeito com 26 kg de drogas em Paraisópolis

Um suspeito de envolvimento em tráfico de drogas foi detido na região da favela de Paraisópolis, na madrugada desta quarta-feira (31). O homem foi flagrado com 11 kg de cocaína, 15 kg de maconha, armas de fogo e munição.

Nesta segunda-feira (29), a Polícia Militar deflagrou a Operação Saturação na região, cujo objetivo é a redução dos furtos e roubos na região, a apreensão de armas e drogas, além da desmobilização de pontos de tráfico de entorpecentes. Até esta terça, 13 pessoas haviam sido detidas em flagrante em Paraisópolis. Mais de 500 policiais participam da ação na favela. Estão sendo feitas ações de ronda ostensivas com motocicletas e ações combinadas de presença em diversos pontos da favela, que foi mapeada de acordo com os pontos de maior incidência criminal.

Durante um destes patrulhamentos, os policiais suspeitaram de um homem que andava com uma sacola pela Rua Pasquete Galupi, por volta das 4h40 desta quarta. Os policiais o abordaram e, no interior da sacola, foram localizados maconha e cocaína, uma espingarda e uma carabina com numerações raspadas, munições e uma touca. O caso foi encaminhado para o 89º Distrito Policial, no Portal do Morumbi. Fonte G1

Ação da PM foca Paraisópolis e apura confronto entre polícia e tráfico

Na tentativa de coibir a crescente onda de assassinatos que assola São Paulo desde agosto, a Polícia Militar iniciou nesta segunda-feira (29), na Zona Sul, a primeira das quatro fases de atuação contra o crime organizado na capital.

Mais de 500 policiais militares das tropas de elite da corporação foram enviados desde o início desta madrugada à favela de Paraisópolis, onde vivem cerca de 80 mil pessoas. A Operação Saturação, como é chamada, deverá ficar na comunidade por tempo indeterminado, atuando 24 horas ininterruptas. As Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), canil, policiamento com motos e viaturas realizarão blitzes na região do Morumbi, que concentra casas de alto padrão e comunidades carentes.

De acordo com o responsável pelo comando de policiamento na cidade, coronel Marcos Roberto Chaves, os serviços de inteligência das forças de segurança do estado identificaram que a série de ataques teriam partido de regiões como essa, que concentram o tráfico de drogas. Em entrevista ao G1, o oficial afirmou que o acerto de contas entre criminosos e a vingança de policiais militares contra a morte de colegas são as principais hipóteses para as execuções.

“Foi feito planejamento conjunto das forças de inteligência, juntamente com a PM, Polícia Civil e Secretaria da Segurança Pública. Foram identificados pontos para policia atuar e minimizar os efeitos criminosos na cidade. Teremos novas ações para identificar os responsáveis pelos homicídios”, disse Chaves. Por questão estratégicas de segurança os locais e datas onde ocorrerão as demais operações não foram divulgados. Fonte G1

Espaço Til exibe linhas exclusivas no Morumbi

Uma das pioneiras e considerada uma das maiores importadoras de móveis, acessórios e têxteis orientais, a Espaço TIL marca presença no mercado da decoração.
Com 17 anos de importação, a empresa é referência em decoração oriental. São cinco lojas próprias, localizadas nos principais endereços de São Paulo, entre os quais a do Morumbi.
O espaço de 500m² está localizado em uma região privilegiada para atender o público do bairro, além de arquitetos, decoradores, paisagistas, oferecendo opções de objetos de decoração, tapeçaria, têxtil e mobiliário oriental.
Também é possível encontrar na Espaço Til Giovanni a tradicional Til Off, onde produtos da marca compõem uma andar inteiro com preços e condições especiais.
A Espaço TIL possui hoje um estoque com mais de 3.500 mil itens entre linha têxtil, móveis, objetos de decoração e acessórios, importados de países como, Índia, China, Tailândia, Indonésia, Vietnã e Filipinas. Sinônimo de sucesso, a Espaço TIL ganha destaque no luxuoso mercado de decoração, devido principalmente à troca constante de coleções e por ser focada apenas em um estilo étnico, resultado de uma compilação de produtos atemporais e exclusivos.
Sobre Espaço Til
Espaço Til atua nos segmentos de decoração, tapeçaria, têxtil e mobiliário desde 1992, com peças trazidas da Índia e de países como Indonésia, Vietnã, Tailândia e China. É uma empresa especializada em estilo de vida, que busca objetos exclusivos. A mistura de estilos e materiais é parte do DNA da marca. Tramas, baús, objetos, mantas, almofadas, luminárias e móveis são garimpados ao longo do ano sob o olhar atento e o bom gosto do sócio Edmundo Rodrigues.
Serviço: Rua Fonseca Brasil, 22, Morumbi, telefones (11) 3746-7044 e 3742-7406. Fonte Jornal Planeta Morumbi.