Projeção de cobertura do Morumbi passa por testes de impacto de vento

Para que a futura cobertura do Morumbi seja a melhor, o São Paulo precisa fazer testes. E é isto que o clube está fazendo em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo. Uma maquete (foto) do projeto do estádio reformado está sendo submetida a um teste de impacto de vento.

– Esse teste dá confiança para o engenheiro de estrutura para determinar e poder garantir com boa confiabilidade os resultados do carregamento dos ventos – explicou Gilder Nader, pesquisador do IPT.

Na maquete, um túnel de vento simula o impacto deste sobre o estádio, que terá 39 metros de altura. O ar entra pelos pequenos furos e ganha velocidade por meio de um ventilador. As caixinhas, que simulam os prédios nos arredores do estádio, alteram a corrente do vento. Pequenas mangueiras captam os dados e transferem para o computador, que faz os cálculos da carga na cobertura do estádio. Na prática, o Morumbi foi testado para receber rajadas de vento de 162 Km por hora, mas a possibilidade de isto acontecer é de uma em 50 anos.

– O vento tem uma força muito importante. O maior carregamento que uma estrutura recebe é do vento. Quando você tem coberturas de estádio que atualmente tem aumentado muito em dimensão, os engenheiros de estrutura precisam de segurança pra saber o carregamento exato ali, pra evitar que a telha seja arrancada pelo vento ou que ela caia – acrescentou Nader.

O estudo ainda está na primeira semana e leva um mês para ser concluído. É em cima do resultado desta pesquisa que o projeto será finalizado e colocado em prática.

– O material da cobertura vai ser definido a partir do resultado do teste, dependendo do nível de confiabilidade do material, de durabilidade, isso tudo vai ser definido com o teste. Mas o que a gente já tem é que o Morumbi vai ser coberto em seus assentos, e desta cobertura vai surgir uma arena de 25 mil lugares pra receber shows na cidade sem ocupar o campo – ressaltou José Francisco Mansur, responsável do São Paulo pelo projeto.

A obra no Morumbi ainda inclui a construção de um estacionamento com capacidade para três mil carros e deve começar até o fim deste ano, com duração de 18 meses. Neste período, o estádio não será interditado. Fonte: SPNet

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s