Morador do Morumbi é preso em Cruzeiro, acusado de estupro

Dois brasileiros  foram presos na última terça-feira nos Estados Unidos suspeitos do estupro de uma garota americana durante um cruzeiro. De acordo com a polícia do condado de Broward, no Estado da Flórida, a jovem de 15 anos relatou ter sido forçada a manter relações sexuais com os acusados dentro da cabine do navio em que viajavam.

O cruzeiro partiu da cidade de Fort Lauderdale no Natal e passou por várias ilhas do Caribe antes de voltar aos EUA nesta semana. Ao todo, foram 9 dias de viagem. O adolescente paranaense, de 15 anos, foi levado para um centro de avaliação juvenil. O outro suspeito, que tem 20 anos e declarou ser morador da região do Morumbi, em São Paulo, foi encaminhado para um presídio. Ambos aguardam decisão da justiça. O Consulado-Geral do Brasil em Miami presta assistência aos brasileiros, mas não soube informar se os jovens já constituíram defesa.

A polícia de Broward identificou o adulto como Luiz Scavone, 20, morador da região do Morumbi (São Paulo).

A garota relatou o caso a funcionários do navio ainda na madrugada de terça. Segundo a Royal Caribbean, a polícia local e o FBI (polícia federal americana) foram acionados e os dois acusados foram presos.

“Desde o início, a equipe da Royal Caribbean ofereceu toda a assistência a bordo, incluindo cuidados e acompanhamento médico e continuará prestando todo o auxílio necessário durante a investigação sobre o caso”, afirmou a empresa, em nota.

A garota prestou depoimento e foi submetida a exame clínico.

Scavone foi levado ao tribunal local, que determinou fiança de US$ 10 mil (R$ 18,2 mil) e a retenção de seu passaporte. Na audiência, o juiz John Hurley também determinou que ele não poderá sair da região, entrar em aeroportos ou embarcações, ou pedir um passaporte provisório até seu julgamento.

“Este tribunal tem percebido nos últimos dois ou três meses que brasileiros têm muito pouca chance de serem trazidos de volta para os Estados Unidos. O Brasil parece ser uma brecha para as pessoas que querem sair dos EUA”, afirmou o juiz.

Mesmo pagando fiança para a acusação de estupro, Scavone não deve ser liberado nos próximos dias devido a pendências com a imigração –o juiz determinou que ele use localizador por GPS caso seja solto.

Segundo informações do tribunal, o brasileiro está detido em um presídio em Fort Lauderdale e teve nova audiência marcada para o dia 10. Já o adolescente, segundo a polícia, prestou depoimento e foi levado a um centro para jovens infratores. Fonte: Jornal da Manhã

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s