Em 5 anos, Morumbi ganha 26 mil carros e lidera congestionamentos

O status de bairro nobre, aliado ao preço do metro quadrado mais acessível – R$ 3.900 ante R$ 10 mil, nos Jardins, e R$ 5 mil, em Pinheiros – fazem do Morumbi um dos locais mais procurados pelos paulistanos para morar. Não é à toa que a região é líder em lançamentos imobiliários. E em congestionamentos.

Com os 112 empreendimentos residenciais inaugurados nos últimos cinco anos, 13.237 unidades foram ocupadas no bairro, levando cerca de 26 mil veículos para a região, segundo estimativa do diretor da Embraesp (Empresa de Estudos de Patrimônio) Luiz Paulo Pompéia. “O trânsito na região é preocupante. Tem ainda quem circula por lá para trabalhar ou levar os filhos à escola”, diz Pompéia. “Hoje o congestionamento já é grande e deve piorar. O interesse das construtoras continua crescendo. Quase todos os terrenos já estão nas mãos de incorporadoras.”

Por lei, as construtoras só precisam tomar medidas para aliviar o trânsito quando o prédio tem mais de 500 vagas, o que, na maioria dos casos, não ocorre.

A avenida Giovanni Gronchi, principal do bairro, já opera com saturação máxima nos horários de pico. Pela manhã, 2.100 veículos passam por ali no sentido centro.

Em 2006, a prefeitura havia prometido uma avenida paralela à Giovanni Gronchi que poderia absorver cerca de 40% do fluxo, mas a promessa não saiu do papel.

A CET diz que monta diariamente uma faixa adicional reversível junto ao cruzamento da avenida Morumbi para dar vazão ao fluxo em direção ao centro e que monitora os principais corredores da região. Caso necessário, os tempos semafóricos são aletrados. Fonte eBand

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s