Jornal Planeta Morumbi entra em férias e só retorna às atividades, dia 07 de janeiro

.
2009 foi, talvez, o ano que mais ensinou. Um ano de superações, sem dúvida.
Entendi que nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos, mas a beleza da caminhada depende dos que vão conosco.
2009 termina e 2010 inicia, coladinho nele. É nesse ciclo do ir e vir que sentimos o quanto o tempo passa…. e como passa!
Pior é que, nem sempre, estamos atentos ao que realmente importa. Ao que realmente é indispensável.
Dentro de alguns dias, um Ano Novo vai chegar a esta estação. Se não puder ser o maquinista, seja o seu mais divertido passageiro.
Procure um lugar próximo à janela e desfrute cada uma das paisagens que o tempo lhe oferecer, com o prazer de quem realiza a primeira viagem.
Não se assuste com os abismos, nem com as curvas que não lhe deixam ver os caminhos que estão por vir. Procure curtir a viagem da vida, observando cada arbusto, cada riacho, beiras de estrada e tons mutantes de paisagem.
E quando decidir descer na estação onde a esperança lhe acenou, não hesite. Desembarque nela os seus sonhos acreditando que você pode.
Aposte todas as suas fichas em você porque, como disse o poeta, é você contra você mesmo.
Lembre-se que há muitas razões para desistir. Todas, absolutamente todas, falsas.
Aleijadinho não acreditava na voz interior que dizia, com toda a lógica do mundo, que “aleijados não podem ser escultores”. Era lógico, mas era falso. Santos Dumont não acreditou nos que insistiam em dizer que o homem não poderia voar com um veículo mais pesado que o ar. Era lógico, mas era falso. O mundo é plano, diziam os navegadores. Era lógico, mas era falso. Há muitas coisas nas quais você acredita, com lógica, que são absolutamente falsas.
Sua vida é muito mais do que seu passado, suas experiências de dor e seus medos. Sua vida é tudo o que ainda virá. O que passou, queira você ou não, passou. E não tem volta.
Silencie a voz que tenta derrubar você. Porque ela pode até ser lógica, mas é falsa. Não acredite nela! E como já disse Raul Seixas, ‘sua vida é seu bem único, só pertence a você. Faça dela o que quiser’. Feliz Natal e um ano novo realmente novo.
Henrique Farina (editor)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s