Teste do Jornal da Tarde revela que segurança em condomínios de SP ainda é falha

Um teste feito pela reportagem do Jornal da Tarde mostrou que vários condomínios, apesar de toda a segurança e de já terem sido alvos de arrastões, ainda apresentam falhas. Dos 10 locais testados, metade teve a segurança driblada pela reportagem, que conseguiu entrar nos edifícios ou ter contato com o porteiro. A simulação, que foi feita na quinta e na sexta-feira passadas, foi acompanhada pelo especialista em segurança Felipe Gonçalves. Foram usadas duas estratégias: estacionar um Ford EcoSport preto, com vidros escuros, na frente das garagens dos prédios e esperar o portão ser aberto; e a pé, com um buquê de flores, que seria entregue a uma moradora, cujo nome foi selecionado de um site de telefones.

Ao conseguir entrar num edifício em Higienópolis, a bordo de um Ford EcoSport preto com vidros filmados, Gonçalves alertou para o que faz os seguranças errarem. “Muitos desses porteiros têm medo do morador, que costuma brigar por causa dessa demora em abrir o portão”, afirma. “E isso é que prejudica (a segurança do condomínio).” Em outro edifício, desta vez no Paraíso, bastou um sinal de positivo de dentro do carro e o porteiro abriu o portão da garagem.

Na região da Vila Sônia, no Morumbi, o porteiro agiu corretamente ao ser chamado para pegar pessoalmente um buquê de rosas. Ele permitiu que a reportagem deixasse as flores apenas na gaiola (um espaço entre dois portões), mas errou a aparecer perto da grade depois de um apelo de que as flores iriam amassar. Também em um prédio de Higienópolis, a repórter se identificou como representante de uma empresa de segurança. O vigia ficou próximo às grades para receber um cartão que seria dado pela reportagem. “Deixe aí na grade que eu pego”, afirmou ele, mas em seguida se aproximou e veio conversar. No caso de um assalto, ele poderia ter sido rendido neste momento, alerta o especialista em segurança.

Sites com informações sobre condomínios podem ser vasculhados facilmente pelos marginais

Sites de condomínios, com relação de moradores, placas de automóveis, informações e fotos são uma rica e confiável fonte de informação para os criminosos.

Embora muitos destes sites sejam aparentemente seguros (exigindo senha dos usuários), hackers se aproveitam e conseguem acessar o conteúdo, com muita facilidade.

A orientação da Polícia é não disponibilizar qualquer informações sobre o condomínio na Internet.

____________________________________________________________________________

logoTudoMorumbiBlogPara encontrar endereços e telefones de empresas do bairro, visite o maior Guia On-line do Bairro, o Tudo Morumbi, em www.tudomorumbi.com.br

Anúncios

Um pensamento sobre “Teste do Jornal da Tarde revela que segurança em condomínios de SP ainda é falha

  1. Emidio disse:

    A segurança de um condomínio, deverá ser analisada sempre em todos aspectos, não basta colocar um Porteiro e algumas cameras, que será efetivamente ativada a segurança, o ideal é sempre a segurança ser colocada em primeiro lugar em treinamentos, em chefia imediata, ou seja deverá sempre ter um responsável direto pelo departamento no condomínio, não pode ser aceito e tratado como um departamente para abertura e fechamento de portões, os meliantes procuram facilidades, por trás dos porteiros existem um prédio com vidas humanas e patrimônio, qual a porcentagem de risco de seu prédio?
    Esta estampada na fachada atraindo a cobiça e como o meliante invade?
    Analisando a forma de trabalho do Porteiro ou Vigilante, procurando falhas e facilidades de acessos.

    Emidio Campos
    Gestor de Segurança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s